16 de março de 2017

Porque é que o Lidl tem uma forma de trabalhar diferente?

A transparência, propósito e aposta na sustentabilidade são tendências no marketing mas também uma estratégia para as marcas que querem conquistar consumidores, sobretudo a geração millennial.

O retalho não é exceção e por isso o Lidl lança uma campanha que reflete a sua postura no mercado. Sob o mote “Porque é que a nossa forma de trabalhar é melhor?”, a marca vem reforçar o seu posicionamento de transparência e diferenciação no mercado nacional.

Ao Imagens de Marca, Filipa Appleton, diretora de marketing do Lidl Portugal, refere que a marca “tem consciência de que é cada vez mais importante para o consumidor conhecer a origem, práticas e processos que estão por detrás dos produtos que compram. Os millennials e as gerações mais novas são importantes targets do Lidl e tentamos sempre inclui-los naquilo que fazemos. Prova disso tem sido o nosso trajeto nos últimos anos com campanhas como a #receitaperfeita, o Gang dos Frescos ou o Lidl Shop”.

A marca esclarece que se quer diferenciar no competitivo mercado do retalho e por isso tem procurado trabalhar na origem, desde as parcerias com os fornecedores e parceiros comerciais, passando pelo sistema de distribuição até à loja.

“A dinâmica do retalho obriga-nos a comunicar preço e oportunidade constantemente, pois é uma informação que o consumidor valoriza. Vamos continuar a ter campanhas de produto e promoções mas o objetivo desta comunicação é diferente: com esta campanha pretendemos mostrar as nossas melhores práticas”, acrescenta a responsável da marca.

A simplificação da logística e da própria cadeia de distribuição ou a aposta na produção nacional são alguns dos conceitos presentes nesta nova campanha multimeios, com a criatividade da Real Media Portugal.

“Somos o primeiro, e à data único, supermercado que garante cumulativamente a totalidade do seu bacalhau proveniente de pesca sustentável, com certificação MSC. Além disso, desde o princípio de março todas as nossas bananas e abacaxis têm a Certificação Rainforest Alliance, que contribui para a preservação da biodiversidade e justiça social, tendo como base a certificação, capacitação e treino dos trabalhadores e o incentivo ao desenvolvimento de política públicas ambientais”, explica a Filipa Appleton.

Nesta Páscoa, todos os chocolates da Favorina detêm o certificado UTZ, incluindo os produzidos pelos parceiros locais. “A UTZ é uma certificação direcionada ao cacau, café e chá, que promove o comércio justo, melhores métodos produtivos, melhores condições de trabalho e melhor e maior preocupação ambiental, garantido a sustentabilidade dos pequenos produtores”, refere a marca.

Avalie este artigo 1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas
1 votos
Loading ... Loading ...
Jornalista: Ana Gaboleiro

Comentários (0)

Escreva o seu nome e email ou faça login com o Facebook para comentar.